Arquivo da tag: workshop

Ateliê NOVO

Fotos-Ge

Anúncios

OFICINA – Antotipo e Fitotipo no Ateliê NOVO

Fito_GHeibe

# chlorophyllprint #‎fitotipo‬ ‪#‎anthotype‬ ‪#‎antotipo‬ ‪#‎ateliênovo‬ ‪#‎oficinaantotiponoatelienovo‬ ‪#‎vilamadalena‬ ‪#‎oficina‬ ‪#‎sp‬ ‪#‎sesccarmo‬ ‪#‎exposição‬ ‪#‎efêmeropermanente‬ ‪#‎efêmeropermanentenosesccarmo‬ ‪#‎todastemnomedesanta‬

Oficina no Ateliê NOVO
Esta prática oferece ao participante, um contato com técnicas alternativas da fotografia por meio de uma impressão fotográfica natural a partir da reprodução em plantas e papéis emulsionados com pigmentos naturais. A atividade envolve técnicas básicas da fotografia, estimulando a visão e o contato com o princípio visual e com a natureza.
A oficina busca ensinar ao participante um processo fotográfico inventado por John Herschel no séc XIX, que consiste em reproduzir por meio da impressão fotográfica, imagens com o uso de flores, frutos ou folhas tendo como suporte o papel de algodão. É uma técnica que não utiliza químicos e seu processo de produção é longo e efêmero.

Máximo de participantes: 10
Local: Ateliê NOVO
Período de realização: 4 encontros
dias: aos Sábados, das 10h00 às 13h00 (Março/2015)
Valor: R$ 200,00

Ateliê NOVO contato.atelienovo@gmail.com
Rua Fradique Coutinho, 934 casa 2 Vila Madalena, São Paulo – SP Brasil
www.atelienovo.wordpress.com T: 11 2649 8740

PAJELANÇA – Sesc Campinas 12/12 X 12h

PAJELANÇA: Performance duracional com Lucio Agra e Rogério Nagaoka,Germania Heibe, Grasiele Sousa, Joanna Barros, Rogério Borovik

INTUS IRE – Rogério Nagaoka

STRIP TEASE REVERSO – Lucio Agra

+ Encontros sobre Performance Duracional

Performance Pagelança

Para a 14ª edição do projeto Performance, o Sesc Campinas convida os artistas Lúcio Agra e Rogério Nagaoka para uma sequencia de ações em que buscam aproximar o fazer e a reflexão ao meio sociocultural. Ao debruçar olhares e traçar relações entre o meio-ambiente (natureza e sociedade) e a vivência artística, as atividades buscam estabelecer um diálogo entre o trabalho artístico e um território (espacial e social) determinado e propor contatos entre a fotografia e a performance.

Com Lúcio Agra, Rogério Nagaoka e os artistas convidados, o projeto Performance traz, em novembro, uma sequencia de ações cuja proposta é a do encontro, de rituais. Uma investigação das diferenças e semelhanças entre múltiplas naturezas e proposições artísticas que visam o diálogo, a ação compartilhada e a interação com os demais artistas. O propósito é o da colaboração e da comunhão entre trabalhos que encontram-se onde cada participante pode contribuir com sua proposta de performance.

Dia 10, quarta, às 13h.
Intus Ire
Composição de ação que propõe alteração visual do espaço com a construção e quebra de uma parede de gesso (dry wall), no intuito para revelar uma arqueologia sensível a partir de uma imagem que reside por detrás dessa estrutura sólida e que é revelada ao público. Ao final do processo, o performer se cobre com o mesmo material que encobria a imagem. De acordo com o artista, a proposta parte de experiências realizadas e desenvolvidas pelo artista durante o projeto Esta proposta parte das experiências realizadas e desenvolvidas durante o Projeto PROMPTUS Brasil:México e cria um contato com processos de criação visual, envolvendo ações e reflexões empíricas da arte com a intenção de gerar formas alternativas na produção de conhecimento. O objetivo geral inclui a realização de auto-registros poéticos que também é parte do trabalho dessa performance.
Na Área de Convivência. Grátis. Livre.

Dia 11, quinta, às 13h. Grátis. Livre.

STRIP-TEASE REVERSO
Reedição da performance Strip-tease, do artista Lúcio Agra, na qual ele perpassa várias “personas” que compõem/compuseram sua vasta trajetória no campo da performance e também algumas de suas experiências biográficas marcantes. Ao despir-se e revestir-se, o performer vai deixando roupas, máscaras, objetos e adornos pelo caminho, mostrando várias peles e faces, até chegar na piscina, que remete a passagem pelo banho, pela água e pelas novas perspectivas que deles derivam.
A performance terá início no Galpão Multiuso do Sesc Campinas e percorrerá a unidade do Sesc até a piscina.

Dias 10 e 11/12, quarta e quinta, das 18h30 às 21h30.
Encontros sobre performance duracional
Coordenados pelos artistas e pesquisadores Lúcio Agra e Rogério Nagaoka, o encontro abordará a prática e teoria sobre vivência performática, visando a preparação para entradas em momentos específicos na performance duracional (de longa duração) “Pajelança”, que será realizada na sexta-feira, dia 12/12, no Galpão Multiuso do Sesc Campinas. O encontro pretende ser um ponto de convergência e aproximação entre pessoas e artistas locais sobre a performance vivencial, aglutinando propostas individuais à construção coletiva dos espaços comuns.
A proposta do encontro tem como referência os trabalhos produzidos pelo Black Market International (http://blackmarketinternational.blogspot.com.br/), coletivo de performance com membros de diversas nacionalidades, que há mais de 30 anos desenvolve performances duracionais coletivas por todo o mundo.

Inscrições na Central de Atendimento do Sesc Campinas. Grátis. 12 vagas. 16 anos.

Dia 12, sexta-feira, das 9h às 21h
Pajelança
Performance duracional/ocupação do Galpão do Sesc com duração de 12h ininterruptas realizada por seis artistas que pretende criar um ritual de intersecções entre suas diferentes propostas artísticas e a dos participantes dos Encontros sobre Performance Duracional, por meio da exploração de materiais e reflexões sobre a ação, o tempo e o espaço. A proposta dessa ação performática interativa é potencializar oportunidades que prestigiam o ritual, o encontro, a aproximação e a fruição entre os participantes presentes, que são convidados a agir numa proposta de colaboração e diálogo entre arte e vida. Com Lucio Agra e Rogério Nagaoka, Germania Heibe, Grasiele Sousa, Joanna Barros, Rogério Borovik e inscritos na vivência Encontros sobre Performance Duracional.
Um encontro com duração de doze horas que visa uma imersão em forma de transe, que pressupõe rituais e ações repetidas, conjugadas, não planejadas, abordando a relação da ocupação espacial com o tempo de permanência; o movimento do fazer que constrói e destrói, que faz e refaz a matéria. Uma reflexão sobre situações inusitadas e desdobramentos poéticos que acontecem em fragmentos ou em ações contínuas.

http://bit.ly/PERFORMANCE14

WORKSHOP – Documentação de Performance Art com Antonio Juárez

Workshop com renomado fotógrafo especializado em documentação de Performance Art. Esta atividade compõe um dos desdobramentos realizados dentro do festival Perfor5, que acontece no Paço das Artes de 14 à 16 de novembro. Veja a programação!

De 13 à 17 de Novembro de 2014

Inscrições abertas: contato.atelienovo@gmail.com

Workshop_documentaçãoPerformance